RESUMO DE DISSERTAÇÃO: SUSTENTABILIDADE NA MODA: TRANSFORMAÇÃO DE RESÍDUOS TÊXTEIS EM MATÉRIA-PRIMA

Mariana Moreira Carvalho, Neide Köhler Schulte

Resumo


Repensar o ciclo de vida de uma peça de roupa torna-se necessário na sociedade contemporânea, visto que há uma produção massificada de produtos decorrente da predominância de indústrias de fast fashion (moda rápida) no mercado da moda. O ciclo de vida tradicional do desenvolvimento de peças de vestuário envolve plantio e extração de matérias-primas, manufatura, beneficiamento, distribuição, consumo e descarte. Um grande motivo de preocupação refere-se ao final deste ciclo de vida, no que diz respeito a peças de vestuário que são descartadas tanto por consumidores, no cenário pós-consumo, quanto por indústrias da moda.

A quebra de estoque, um dos fatores que implica no descarte de peças de vestuário, geralmente, ocorre quando há redução na quantidade de produtos industrializados, seja por defeitos, deterioração ou qualquer tipo de acidentes que venham a ocorrer na cadeia produtiva (GWILT, 2014). Assim, estes produtos, após passarem por avaliação do controle de qualidade, são qualificados como inadequados para consumo.

Neste contexto, surge a problemática: como as peças de vestuário descartadas pela indústria da moda podem ser utilizadas para a produção de novos produtos com foco na sustentabilidade? No intuito de encontrar tal resposta, investiga-se, qualitativamente, o caso Instituto Lojas Renner. Como estudo de caso e pesquisa participativa, pretende-se, a partir da economia da moda (matéria-prima, produção, varejo e pós-consumo), apresentar um projeto com ênfase na autonomia feminina no mercado de moda. 

Intitulado “Empreendedoras da Moda”, o projeto tem como iniciativa promover a formação de mulheres empreendedoras dentro dos temas sustentabilidade, qualidade e inovação. O projeto envolve a capacitação em técnicas de costura e de remanufatura e consultorias com estilistas da área (INSTITUTO LOJAS RENNER, 2019).

Em Florianópolis (SC), local onde ocorreu a pesquisa participativa, o projeto do Instituto Lojas Renner é descrito por meio da parceria com o Instituto Trama Ética, viés de análise utilizado nesta dissertação. O Instituto Trama Ética consiste em uma iniciativa que tem como propósito disseminar os princípios da sustentabilidade no contexto da moda, como, por exemplo, o princípio de geração mínima de impactos ao meio ambiente que, por sua vez, baseia-se em dar nova vida para roupas com defeitos e alinhar a proposta econômica ao conceito da moda responsável. A partir do upcycling (extensão do ciclo de vida), as peças de vestuário são recuperadas por meio de técnicas como bordado, customização, crochê, tingimentos, dentre outras. 

Desta forma, faz-se evidente o potencial de reuso das peças descartadas. Estes volumes de resíduos têxteis podem e devem ser utilizados como matéria-prima na criação de novos produtos de moda e, por meio da utilização da logística reversa, é possível fechar o ciclo da cadeia produtiva industrial.

 OBJETIVO

Propor um método projetual para a utilização de peças de vestuário descartadas pelas indústrias para a produção de novos produtos.

 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

a) Identificar percursos metodológicos voltados para a logística reversa;

b) Buscar formas de reaproveitamento e transformação de peças de vestuário;

c) Destacar processos da economia circular.

Palavras-chave


Sustentabilidade; Moda; Resíduos têxteis; Matéria-prima; Economia circular

Texto completo:

PDF/A

Referências


GWILT, Alison. Moda Sustentável: um guia prático. São Paulo: Gustavo Gili, 2014.

Instituto Lojas Renner. Disponível em:. Acesso em: 06 out. 2019.




DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2020.v6.n2.191-192

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Mariana Moreira Carvalho

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.